Seguidores

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Minha história

Abro um livro antigo

Histórias de gente simples (:

Vejo meus avós!)

Retrato na parede

Na frente da casa

Pai, mãe e seus nove herdeiros !

(: Foto de família)

Janela no sertão

Abro minha janela

Sol de fim de tarde

Vento quente no rosto

Bem-te-vi na faveira

Canto do vaqueiro ao longe

Flores fechando as horas

Cheiro de jatobá quebrado

Menino voltando da escola

Mulher com balde d’água na cabeça

Balanço das palhas da carnaúba...

Coração amante das matas

O sertão tem paisagens

Debruço-me na janela

Sem dizer adeus

Às vezes me pego pensando em ti

Sem ter tido adeus...

Um silêncio me abraça

Tão profundamente

Como uma saudade.

Levo meus olhos

A lugares nossos

A toques de carinho

A palavras não ditas

Nas horas em que ficamos

Olhando-nos

Timidamente

Como dois adolescentes

Antes do primeiro beijo.

E deixo meu olhar seguir

Sorrindo um até logo

Sem dizer adeus

Apenas por gostar de pensar em nós...

A flor de lótus

Reverencia o sol

Ao brotar em águas verdes

O sagrado lótus

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Aprendiz

Aprendiz da vida

Nem sempre sei o rumo certo

(: Porém vou seguindo...)

No coração da árvore

Escritos na árvore

Teu nome ao lado do meu

Guardam nosso amor

Uma casinha no campo

Árvores em volta

Flores silvestres à entrada

(: Casinha no campo)

domingo, 27 de setembro de 2009

Iguaizinhos???

Parecem todos iguaizinhos, não ? Mas cada um mostra um temperamento: um é curioso, outro bem atento e outro bonachão e sonolento... No entanto, todos estão juntos e felizes. Podemos ver pelo brilho de seus lindos olhinhos... Assim também nós, devemos conseguir viver e conviver em nossas vidas com nossos semelhantes e seus mais diversos tipos de temperamentos e ainda assim, ser feliz... Um lindo domingo, com os olhos bem brilhantes e então, cuide bem desse brilho! Não deixe ele acabar nunca!(Chica)

sábado, 26 de setembro de 2009

Pela janela...

Dentro silêncio e solidão
verde e luz lá fora
esperança de vida
Chica

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

AMORES

Amores da mocidade,

Amores que vão,

Amores que vem,

Amores inconseqüentes,

Amores que marcam a alma,

Amores inesquecíveis

25- 09- 09

Luconi

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Esperança!

Quando ao olhamos para o nosso lado e redor temos a oportunidade de ver uma florzinha nascendo em um terreno onde nunca imaginávamos que isso pudesse acontecer, ganhamos lições...
Tenha sempre esperanças...
Aquela florzinha nos mostra ainda que nunca podemos julgar algo ou alguém incapaz de produzir ou realizar isso ou aquilo.
Podemos deduzir que mesmo nos piores terrenos, pode surgir o belo. Sempre há espaço para ele nas nossas vidas e muitas flores podem germinar, independente do terreno...
Que todos tenhamos muita esperança neste dia e sempre, lembrando de olhar e tentando perceber em tudo, uma "flor" em potencial...(Chica)

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Cores e sonhos...






Quem não sonha perde o colorido da vida...




E ainda há aqueles que preferem e teimam em ver a vida apenas em preto e branco...


São os que simplesmente tiram as cores de suas vidas e muitas vezes, com esse gesto, também da dos outros...


Até com um sorriso podemos colorir a nossa e a de alguém...


Use as cores que estão ao teu alcance e veja como elas fazem diferença na tua passada pela vida... Chica

Apaixonada

O amor me pegou

Conversando com as estrelas

E flores na mão!...

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Urbano

Em cima do muro

Uma trepadeira aquece

O cimento frio

O banho

A Dante Marcucci

Na fonte de Dante (,)

Um simpático bem-te-vi

De biquíni ao sol

domingo, 20 de setembro de 2009

Domingos de outrora...

Criançada com olhinhos brilhantes
esperam o então permitido
refrigerante à mesa
Chica

sábado, 19 de setembro de 2009

Canto de bem-te-vi

No alto do galho (,)

O bem-te-vi em assobios

Cativa um olhar

O vento enrolado

No trinar dessa balada

Voa em bem... te... vis!...

Gorjeia no azul

O canto em duo maior

Desses passarinhos

Trovador em mim (,)

Na gaiola aberta à vida

Vai meu coração!...

CANTAS

Cantas, cantas ó linda manhã,
Cantas através dos teus raios ensolarados,
Cantas através do límpido riacho,
Cantas através da passarinhada,
Cantas enaltecendo a natureza,
Cantas elevando um hino de louvor a Deus,
Cantas mas poucos ouvem o teu cantar,
Cantas não pares de cantar, porque eu te escuto
Cantas que o teu canto alimenta a minha fé,
Cantas para eu saber que jamais estarei só.
Ditado por Gilson Gomes em 05-03-82
Luconi

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Muçambê

Planta selvagem

(Medicinal) do sertão:

Pé de muçambê

Este teu cheiro

A manhã tem um cheiro delicioso

Todo teu corpo parece contido nela

Entranhado em meus poros

Profundamente em cada célula

Um cheiro de masculinidade

Mesclado com o sabor da ternura

É um cheiro que me rega as horas vazias

Ardendo em mim um provocar de arrepios

Uma chama flutuante em meus olhos

Envolvendo-me em atmosfera de sonhos de amor

“Que cheiro de homem amado!...”

E os perfumes das flores sabem disso

Pois dão uma voltinha além de mim!...

Orvalho na teia

Dentre véus a aranha

Oferece o sertão ao sol

(: Na teia orvalhada!...)

(De caminhos)

Presa à morada

A flor silvestre à Drummond

(-) Caminho de pedra!...

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Fim de tarde

Por trás das árvores

O Último olhar laranja

Do sol que se vai (!)

Bem-me-quer

No querer das pétalas

Ao sol, o coração alegre (:)

_Bem-me-quer, amor!...

terça-feira, 15 de setembro de 2009

A face da tristeza

Pálida (,) sem cor

Baixa os olhos taciturnos

(: A alma em lamentos!)

Uma gota de orvalho

E um som suave de águas brincando nas matas e nos olhos do céu sobe em minha pele. Aparecem flores simples e vozes de pássaros canoros. Olho a mata e fico pensativa: “Que bela é a vida numa gota de orvalho!”

Uma gota de orvalho. Sim. Na ponta de um capim há uma gota de orvalho. Entregue ao sol que nasce sem medo de morrer. Misturando-se com o frescor da manhã no banho matinal de meus olhos. Afloro em lágrimas. Sou uma saudade, um resto de madrugada, um desejo de amar...

E sinto o calor da manhã... saudando as matas... correndo de menino com o vento em raios quentes... “É o sinalzinho da morte da gota de orvalho!...”

Uma gota de orvalho... A noite inteira cuidando da vida na mata... Ouvindo o estalar dos capins, das ramas de salsa, das flores silvestres fechando a porta das pétalas!...

E agora morta!... Vem uma pontada de dor a meu coração... Viajo os olhos nos raios do sol... “A vida tem de seguir...”

... E na claridade da manhã escuto o sino da igrejinha, longe, soprando uma oração ao dia que nasce (:) Em gotas de orvalhos!...

Sabedoria

Quando as frias sombras
Da tarde caem nas torres...
Uma forma escura
Vem de muito longe
Cismar em seu solitário
Refúgio. Exila-se!
Louva à densa noite
Em seus murmúrios surdos-
A sábia coruja!
E só... Entre os sinos
Ergue muda à Matriz
Uma prece! “Amém!”

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Flor mística

Eva (-) branca flor

Em beijos in paradise

(: Mistérios dos céus)

domingo, 13 de setembro de 2009

Na porta de meu coração

Meu coração enternecido abre a porta da vida, desce as escadas da noite, e me leva com ele, num rompante de sentimentos. Acompanho suas pegadas. Vira logo à direita e senta-se embaixo da árvore em que nos beijamos pela primeira vez.

O primeiro beijo guardado na imagem. Resgatado na noite que se abre diante de meus olhos. Ressuscitando o cheiro de tua pele, o sabor de teus lábios. E te sinto presente!...

... Uma noite, em teus braços, quando a lua se escondera nas nuvens negras, teu rosto, junto ao meu... Ouvi tua voz sussurrando... _ Tua voz... teu cheiro... _ Teu cheiro... um aroma de querença... erguendo meu coração nos braços do amor.

Desvio meu olhar por um instante, neste momento... Ah!... a lua se escondeu, como outrora... entre as ramas das nuvens... tirando meu coração do chão em que se sentara debaixo da árvore... E o vento passa agitando meus sentidos...

A lua rasga um véu por entre os galhos da árvore... E já não estou sozinha no meio da noite... “Teus passos surgem... na porta de minha vida”. Meu coração corre na imagem de teus olhos...

* Escolha...

Escolha as notícias e manchetes que vai colocar no seu dia, as que vai valorizar.
Nem todas valem a pena sequer lê-las. Assim, delete-as.
Fique somente com aquelas que podem lhe acrescentar algo bom!
Todos nós temos o poder dessa escolha!
Bom Domingo!Chica

sábado, 12 de setembro de 2009

Sofrimento

Mais caça a lembrança

O coração peregrina

Em escuridão

Faveira no semiárido

Livre no céu azul

A faveira alimenta o gado (-)

Mãe do semiárido!...

Pitanga

Na boca o agridoce

Prazer de um beijo da polpa (:

Mordera a pitanga)

Amor-perfeito

Azul delicada

No jardim (,) amor-perfeito

Orna o coração

Camélia

Exótica aos olhos

Inspira sedução em flor

A branca camélia

Exílio

Em túneis secretos

Exilo meus sentimentos

(: Em cantos na alma!...)

Chica Joaninha

Nas linhas da folha

As cores vivas das crônicas

De Chica Joaninha...

Boa-noite

A flor, ante a hora

Vestida de branco ou roxo (:)

_ Boa-noite, amor!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Homem

Homem na palavra

Tem olhar de Segurança

(: Respeito à vida!)

Na caatinga

Perdidas as folhas

A árvore do sertão

Descansa com sede

O vaqueiro

Ao romper do dia

No lombo do cavalo

Entre os mugidos do gado

Vem o aboiar do vaqueiro

Um perfume de mato

Terra orvalhada

Pegadas de viajantes

No meio da caatinga

Dos séculos passados

Semeiam coragem

Na marcha miúda

Abrasada de fé

Crianças do sertão

Descalças de pão

Os orvalhos do sertão

São suas crianças

Orvalho no sertão

Na descida do morro

O sertão orvalha em lágrimas

(: O pranto das matas)

Pavio de algodão

O branco algodão

No pavio do lampião

Chispa no sertão

quinta-feira, 10 de setembro de 2009