Seguidores

sábado, 10 de outubro de 2009

Vivo de amor

Quando abro meus olhos

Dentro de meu coração

O homem que eu amo

Nesta vida me vem

Em um turbilhão de desejos.

E a voz dele quente sensual

Murmura em meu peito

Palavras amadas

Num sonho de amor.

Então declaro a ele

O que penso

O que espero da vida

Quando meus olhos o veem

Assim perto de mim.

Nessas horas de fantasia

A pele vai conhecendo

O cheiro másculo

O sabor do beijo

O toque das mãos

Que viajam em meu corpo.

Quando meus olhos

Provam das palavras

Escritas em meu coração

Muito embora numa fantasia,

Explico à minha razão

Que não vivo sem amor.

2 comentários:

Chica disse...

E não dá mesmo pra viver bem sem o amor...Lindo!beijos,chica

LUCONI disse...

Maravilha amiga, ninguém vive sem o amor, vegeta beijos Luconi