Seguidores

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Dentro do verão

Uma manhã quente

Denuncia o verão.

Uma andorinha busca abrigo

Dentro do ninho.

O céu sem nuvens

Traz um azul triste

Acinzentado de sonhos.

Um batalhão de formigas

Segue com folhas secas

Agasalhando a cabeça.

Na faveira em frutos

Um senhor de cabelos brancos

Com uma vara de bambu

Recolhe alimento

Para o gado que muge

Pras bandas dum riacho.

No alto do céu

Uma ave de rapina

Com seu voo

Investigador

Avisa que está ali.

O vento incendeia

As pétalas das flores

Enquanto o fogo

Do sol corre

Dentro da caatinga

Mandando o sertanejo

Baixar uma rede

Ao meio-dia...

2 comentários:

LUCONI disse...

Ah minha amiga, só para você para tão poeticamente descrever o dia a dia do sertão, ficou lindo, beijos Luconi

Norma Villares disse...

Que beleza de caatinga. Eita NORDESTE bom retado!
A Caatinga é assim mesmo.
Abraços de caatingueiro para caatingueiro