Seguidores

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Criança triste



Chove... a água escorre no vidro da janela
O vento corre livre no jardim
Vrem... vrem... a menina sente o chamado
Os pezinhos dizendo do sabor da chuva
Lá fora as flores banhando-se invernais
A menina prisioneira nas imagens
O céu escuro gritando de bandido
Assombrando os pássaros nos ninhos
Ela sem uma capa de chuva
Para ser a mocinha e salvar os filhotinhos
Deixa apenas a lágrima banhar as faces
Alagando o coração de lamentos
Uma sensação de frio a envolve
Recosta-se no vidro e abraça seu ursinho... Snif!


3 comentários:

Chica disse...

Lindo e comovente.Emoção sempre presente aqui!beijos,chica

Anônimo disse...

Bom conhecer sua página, e este texto é lindo.

Emmanuel Almeida

LUCONI disse...

Querida amiga, estou aqui te lendo, e saciando a minha alma, aqui encontro o amor em gotas poéticas, beijos Luconi